busca
facebook twitter rss

Biografias no-autorizadas

Alfred Hitchcock
Detalhes da complicada relação do cineasta com suas estrelas foram revelados em "Fascinado pela Beleza - Alfred Hitchcock e Suas Atrizes", escrito por Donald Spoto. Durante as filmagens de "Os Pássaros", a estrela Tipp Hedren era  mantida em total isolamento set - Hitchcock exigiu que  nenhum ator a tocasse, exceto durante as cenas. A atriz também sofreu machucados reais durante as gravações dos ataques dos pássaros do filme e era constantemente humilhada diante do resto do elenco. Quando Tipp Hedren disse que romperia o contrato que a prendia ao diretor, ele ameaçou destruir sua carreira em Hollywood, insinuando que Tipp não conseguiria sustentar a filha "apenas com sua beleza".

Britney Spears
A cantora passou por um verdadeiro inferno astral com o fim de seu casamento com Kevin Federline. Envolvida em escândalos e bebedeiras, Britney foi um prato cheio para tabloides e biografias não-autorizadas. Uma delas, escrita pelo jornalista investigativo Ian Halperin, atesta que a cantora tentou cometer suicídio em duas ocasiões. De acordo com a biografia, a tendência suicida de Britney apareceu depois do nascimento de seu segundo filho e agravou-se com o colapso do casamento. Divorciada de Federline, Britney lançou o álbum "Circus" (2008), festejado pela crítica como a volta por cima da cantora.

JFK e Marilyn Monroe

O livro "Marilyn e JFK" detalha um dos relacionamentos mais explosivos do século XX. O affair entre Marilyn Monroe e John F. Kennedy durou anos, desdobrou-se em um romance de Marilyn com o irmão do presidente e terminou em tragédia - Marilyn morreu com uma misteriosa overdose de remédios em 5 de agosto de 1962 e JFK foi baleado diante de uma nação perplexa em 22 de novembro de 1963. A biografia romanceada de François Forestier destaca a festa de aniversário de 45 anos do político - em que a atriz cantou "feliz aniversário, senhor presidente". A festa teria resultado em um ultimato da primeira-dama, Jackie Kennedy. Foi a última vez que Marilyn e o presidente se viram. O livro relata ainda que as relações sexuais de JFK duravam em média 20 segundos e que, ao ser perguntado pela amante sobre a possibilidade de um casamento, respondeu "Serei presidente dos EUA, não posso me divorciar."

John Lennon
Escrita pelo jornalista Philip Norman, a biografia "John Lennon - A Vida" revira a trajetória pessoal do líder dos Beatles. Entre os detalhes sórdidos encontrados estão a atração sexual de Lennon pela própria mãe, evidências de sua bissexualidade, ciúmes crônicos das namoradas e participação em orgias.

Madonna
"Ela só ama a si mesma. Espero que as lições da cabala a tenham ajudado entender que ela não é o centro do universo", declarou o irmão de Madonna, Christopher Ciccone, autor da biografia "A Minha Vida com Madonna". O tom amargo domina o relato do irmão da diva, que revelou que Madonna beijou a atriz Gwyneth Paltrow e bebeu cerveja em um pub apenas para "experimentar o que (o então marido) Guy Ritchie experimenta".

Rei Juan Carlos
"Uma crônica da história nunca antes contada sobre este casal, que se chamam Juanito e Sofi na intimidade" é a classificação dada pelo escritor Jaime Peñafiel sobre a biografia "Juan Carlos e Sofia - Retrato de um Matrimônio", lançada em 2008. O livro revela detalhes sórdidos do casamento do Rei da Espanha, como a infidelidade crônica do rei, seu relacionamento de 18 anos com uma ristocrata espanhola e as frequentes discussões do casal. Em uma delas, o Rei Juan Carlos teria gritado "Eu te odeio, eu te odeio!" para a Rainha Sofia, que retrucou: "pode me odiar o quanto quiser, mas que se dane, você não pode se divorciar".

Roberto Carlos
O Rei Roberto Carlos conseguiu tirar das livrarias a biografia "Roberto Carlos em Detalhes", escrita por Paulo César Araújo. Segundo amigos do cantor, ele se chateou com os trechos que falavam sobre seus relacionamentos amorosos e com o relato do acidente no trilho do trem que lhe fez perder parte da perna direita, quando tinha 6 anos.

Tom Cruise
O polêmico envolvimento do ator Tom Cruise com a Igreja da Cientologia é o carro-chefe da biografia escrita por Andrew Morton, intitulada "Tom Cruise - Uma Biografia Não-Autorizada". De acordo com Morton, Tom Cruise tornou-se a segunda pessoa mais importante da instituição, que determinaria todos os aspectos da vida pessoal e profissional do ator.
 

livro indicado

Conhea este e outros livros da coleo!

botao conheca

livro indicado

Ouviram do Ipiranga

44 páginas Panda Books Lançamento: 1999 ISBN:...

livro indicado

O Ladro de Sorrisos

104 páginas Editora Ática (Coleção...

facebook twitter rss

2005-2012 © Guia dos Curiosos Comunicaes

Todos os direitos reservados. - Nenhum texto pode ser reproduzido sem prvia autorizao.