O Ferrorama voltou, mas a luz que vinha no fim do túnel era um trem na contramão. O acordo era o seguinte: a Estrela prometeu relançar o Ferrorama se os fãs do trenzinho cumprissem a tarefa de percorrer os 20 quilômetros finais do Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, usando 110 metros de trilhos. O desafio foi cumprido, e o novo Ferrorama já está nas lojas. Mas quem curtia o brinquedo desde os anos 70 parece não estar muito satisfeito.

A qualidade do novo Ferrorama decepcionou muita gente. A principal reclamação é que a Estrela importou um trenzinho qualquer da China e colocou o nome de Ferrorama nele. A comunidade do Orkut que fez campanha para que o trenzinho retornasse às lojas agora vive cheia de reclamações, como as de Wanderson Assis: “Esse Ferrorama novo não está com nada. É conversa pra boi dormir”. O novo Ferrorama tem controle remoto e anda de ré. “Assim não tem graça nenhuma”, reclama Victor Estanislau, também na comunidade. Vale lembrar que, na versão antiga, o trem era controlado pelas alavancas e pelos desvios nos trilhos. Bem mais interessante, segundo os fãs desapontados.

Vamos comparar, então, a versão nova com o clássico. O Ferrorama de verdade está nas fotos acima. O novo aparece no comercial que você vai ver agora:

  • Share/Bookmark